terça-feira, 14 de junho de 2011

E ainda há quem pense que o mundo não mudou


"Porquê fazer um estágio na BMW?" é o título deste rap. Publicidade pura e simples, não ao produto em si, mas sim, à empresa como local de trabalho e progressão da carreira.
Para mim funcionou!

p.s.: Se pelo menos não tivesse estudado engenharia civil...

terça-feira, 7 de junho de 2011

Em vez de praia... Parque!

O que eu acho fantástico, por estas bandas, é que um piquenique tuga nunca é um "piquenique de tugas". É, sim, mais um "encontro internacional", e as línguas que se ouvem num encontro destes são, pelo menos, três: português, alemão e inglês (tal é a diversidade de nacionalidades nesse encontro). Com sorte dá para desenferrujar o espanhol (portunhol, vá...) e refrescar o francês. O importante não é falar o português ou o alemão, mas sim, comunicar. Se para isso for necessário o uso do inglês, o espanhol, o francês, ou até as mãos e os pés, venha de lá então essa parafernália de línguas!

segunda-feira, 6 de junho de 2011

Onde Portugal é competitivo

Toda a gente sabe (ou deveria saber) que "Onde Portugal é competitivo é na mão-de-obra qualificada" (Augusto Mateus, in Público)

Só espero que não se chegue a este ponto.

Hoje é o primeiro dia do resto da minha vida



«A princípio é simples, anda-se sozinho,
passa-se nas ruas bem devagarinho
está-se bem no silêncio e no borborinho
bebe-se as certezas num copo de vinho
e vem-nos à memória uma frase batida:
hoje é o primeiro dia do resto da tua vida!

Pouco a pouco o passo faz-se vagabundo
dá-se a volta ao medo e dá-se a volta ao mundo
diz-se do passado que está moribundo
bebe-se o alento num copo sem fundo
e vem-nos à memória uma frase batida:
hoje é o primeiro dia do resto da tua vida!

E é então que amigos nos oferecem leito,
entra-se cansado e sai-se refeito
luta-se por tudo o que se leva a peito
bebe-se e come-se se alguém nos diz bom proveito
e vem-nos à memória uma frase batida:
hoje é o primeiro dia do resto da tua vida!

Depois vêm cansaços e o corpo fraqueja
olha-se para dentro e já pouco sobeja
pede-se o descanso por curto que seja,
apagam-se dúvidas num mar de cerveja
e vem-nos à memória uma frase batida:
hoje é o primeiro dia do resto da tua vida!

E enfim duma escolha faz-se um desafio
enfrenta-se a vida de fio a pavio
navega-se sem mar sem vela ou navio
bebe-se a coragem até dum copo vazio
e vem-nos à memória uma frase batida:
hoje é o primeiro dia do resto da tua vida!

Entretanto o tempo fez cinza da brasa
outra maré cheia virá da maré vaza
nasce um novo dia e no braço outra asa,
brinda-se aos amores com o vinho da casa
e vem-nos à memória uma frase batida:
hoje é o primeiro dia do resto da tua vida!»