sábado, 8 de outubro de 2011

À terceira é de vez!

Tal como o R. eu também tinha um sonho. Aliás, tinha vários mas como comecei a aperceber-me de que nem todos eles se realizavam, um dia decidi começar a concentrar-me só em alguns. Nos mais importantes. E o resultado tem sido muito bom :)

Há quase três anos decidi publicar as cartas que escrevia à família e amigos sobre o meu sonho e como eu me tinha decidido a concretizá-lo. O título deste blogue e o texto da sua introdução dizem tudo sobre essas cartas:

Porque uma nova etapa se avizinhava, quis tornar acessíveis as "cartas" que só os mais chegados leram naquela altura. Esta é a história de uma engenheira que achou (e muito bem!) que podia ir "até ao infinito e mais além!"

Dizem que à terceira é de vez, e no meu caso, foi mesmo! Depois de trabalhar em duas empresas alemãs que no fim dos meus contratos de trabalho me deixaram com um sabor amargo, eis que chega o meu terceiro emprego na Alemanha, numa empresa que é tudo o que eu sonhava que ainda existia.

Vou trabalhar como engenheira civil, na área da energia eólica, numa multinacional, como gestora de projecto, a vinte minutos de casa e a ganhar bem. Posso dizer, e muitos de vós também o quererão dizer, FINALMENTE ACONTECEU!

Os sonhos são mesmo para serem concretizados e só ouvindo a nossa intuição é possível de o fazer.

Não percam tempo. Realizem os vossos sonhos!

Ironman 2011


Os sonhos são para se seguir. A nossa intuição é para ser ouvida. E quando não estamos sozinhos nesta caminhada chamada Vida, há que escutar não só sobre os nossos sonhos, mas também sobre os sonhos de quem nos acompanha. A vida a dois é isto: partilhar não só os sonhos em comum, mas acompanhar o outro nos seus sonhos. Incentivar e dizer "Tu consegues! E nesse dia, vou ficar muito orgulhosa de ti."

E foi assim que mais um desafio foi superado pelo R. Já é um Ironman :)

Pegámos no carro, fizemos 1800 km e chegámos a Espanha, para que o R. participasse em mais um triatlo. Mas desta vez seriam 3,8 km a nadar, seguidos de 180 km de bicicleta e, no fim, 43 km a correr. E claro que conseguiu! I am so proud of you, honey!!

Sempre que puder quero estar presente em todas as ocasiões que o R. se coloca a ele mesmo à prova. Sempre que ele quiser seguir um sonho eu vou querer estar na fila da frente a gritar "Vai R.!!!!"