quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Anita na Airbus


E lá fui eu, mais uma vez, fazer algo que nunca pensei ter oportunidade de fazer: visitar as instalações de produção da Airbus em Hamburgo.
Foi tanta informação em apenas duas horas e meia, que não vale a pena contar-vos todos os pormenores. Mas aqui ficam algumas curiosidades:

1) Um avião daqueles pode pesar 560 toneladas;

2) Para transportar as peças maiores, a Airbus construiu o Beluga (que qualquer um pode também alugar...);

3) Entre os passageiros e o exterior existe o seguinte: o revestimento branco interior que todos conhecemos, tubagem e cablagem, e uma chapa metálica de aprox. 3mm de espessura mas que em algumas zonas chega aos 2mm (!). Esta última chapa é a estrutural :D

4) Se vier um sheikh qualquer, e disser que quer um cockpit diferente daquele que normalmente usam, a Airbus faz. Mas o preço pode subir em 2 dígitos E porque? Porque fazem duas caixas de cockpit: a final e outra prévia, que serve para verificar se tudo encaixa perfeitamente e ainda para fazer ensaios destrutivos de resistência :D

5) A pintura exterior é feita À MÃO! Pois nenhuma máquina conseguiria um acabamento tão perfeito;

6) 3,2 Litros / 100 km / passageiro é quanto um bicho daqueles consome. O A380 pode chegar aos 3;

7) As partes do avião são feitas em países diferentes: Alemanha, França, Reino Unido e Espanha. Alguns aviões são montados em Toulouse e outros em Hamburgo;

8) Nas visitas guiadas não é permitido tocar nas peças dos aviões :(

9) As instalações da Airbus em Hamburgo são tão grandes, que é preciso andar de autocarro lá por dentro;

10) A Airbus pertence à EADS que é uma empresa aeroespacial europeia;

11) São entregues a clientes, cerca de 4 aviões por mês. Cerca de 440 un. por ano;

12) Os aviões que eu apanho para ir até Portugal, pertencem ao grupo Familiar (dos mais pequenos);

13) O A380 é um monstro comparado com os aviões que apanho para Portugal;

14) E como não há 13 sem 14, está um frio do caneco para ir mal vestida para uma visita guiada destas!

15) Os acabamentos dos aviões são todos feitos nas instalações de Hamburgo. Os aviões construídos em Toulouse, voam apenas com a estrutura feita, sem qualquer tipo de acabamento (pintura, revestimentos, bancos, WCs, etc.) até Hamburgo para serem terminados. Se a entrega do avião ao cliente for em Toulouse, o avião volta a voar até lá depois de ser terminado em Hamburgo;

16) E para isso, existem pistas de aterragens nas próprias instalações da Airbus. Em Hamburgo atravessa uma estrada, mas já andam a projectar um circuito alternativo para para os automóveis;

17) Cada parafuso colocado na ligação metálica asa-corpo do avião, tem a assinatura de quem fez essa colocação. Assim, é possível identificar, em caso de algo correr mal estruturalmente naquela zona, quem foi o responsável pelo trabalho;

Adorei andar a passear por lá. Voltava lá outra vez! Quem alinha?

2 comentários:

  1. Sempre que leio o seu blog dá-me umas saudades de Hamburgo! Temo mesmo que arranjar outra bolsa para passar aí uns tempos!Continue com os excelentes posts e dê mais detalhes sobre a sua vida!

    Ass. B.

    ResponderEliminar